Plano Decenal de Educação Para Todos

Por: Alexandre Farias da Costa.

IX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

A origem deste trabalho é experiência vivenciada no estudo do Plano Decenal de Educação Para Todos, objetivando interpretar e fornecer resenha crítica a respeito do mesmo. Para tanto, fez-se necessário o aprofundamento nas experiências anteriores de planejamento educacional desenvolvidas pelo governo brasileiro e as peculiaridades do sistema educacional brasileiro, tratando em seguida da abordagem do plano. Valendo-se da análise documental, observa-se os motivos que levam o MEC a concluir pelo Plano. As novas exigências internas e externas e a conferência de Jomtien fundamentam sua implantação. Aborda-se a situação e as perspectivas da educação fundamental, os obstáculos a enfrentar e as estratégias sugeridos pelo para universalização do ensino e erradicação do analfabetismo, bem como medidas e instrumentos de implementação. Conclui-se que o plano vai de encontro às expectativas dos educadores, tocando em pontos de real significância, apontam-se os principais problemas a serem enfrentados, como o comprometimento de sua continuidade em virtude da sucessão presidencial.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.