Políticas Públicas do Esporte de Alto Rendimento no Brasil : Fatores Políticos-esportivos Que Influenciam e Contribuem Para o Sucesso

Por: Gabriela Klein Mees.

2015

Send to Kindle


Resumo

As condições ambientais adequadas para o desenvolvimento do esporte de alto rendimento englobam os aspectos referentes ao treinamento esportivo, às condições psico-socioeconômicas, assim como ao sistema organizacional nacional do esporte na sociedade. Estudos apontam diversos fatores que influenciam a questão do sucesso esportivo. A sistematização da estrutura organizacional de diferentes países reflete-se em bons resultados esportivos internacionais. Os países que alcançam sucesso internacional no esporte de alto nível possuem planos de ações nacionais que são elaborados de maneira central, e aplicados em todo o território nacional. Para um país atingir o sucesso no esporte internacional, é necessário que existam determinadas organizações que exerçam a função de gerenciamento do sistema esportivo nacional, principalmente na elaboração de programas de desenvolvimento de atletas, leis e diretrizes que promovam o esporte de alto rendimento. O esporte brasileiro passa por um período extremamente importante, pois está se preparando para receber os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos no Rio de Janeiro em 2016. Parece hoje que o desenho organizacional de sistemas de esporte de alto-rendimento não pode mais explicar as diferenças no seu sucesso. Como a maioria dos sistemas fornece um espectro de apoio (suporte) similar, pode-se argumentar que hoje um dos fatores mais decisivos, e que afeta o desempenho de um sistema de esporte de alto-rendimento, é a forma como os serviços são organizados e administrados. O objetivo do estudo foi descrever as políticas de esporte de alto rendimento do Brasil através de suas ações para a detecção e desenvolvimento de atletas de rendimento. Para isto, definiram-se quatro grandes eixos considerados por especialistas como fundamentais para o sucesso de uma política de EAR: a detecção e a formação de talentos esportivos, a ciência do esporte, a infraestrutura para treinamento, o apoio financeiro e a póscarreira dos atletas. O presente estudo, que focou nas ações de apoio e na política em geral ligadas ao Esporte de Alto Rendimento constatou a preocupação do Ministério do Esporte em fomentar políticas para o desenvolvimento do esporte de alto rendimento brasileiro. O trabalho também evidenciou que, para o Brasil se tornar uma potência olímpica, os investimentos públicos devem ser direcionados para a criação de um efetivo sistema que fomente a detecção, o encaminhamento, a formação, o desenvolvimento e o aperfeiçoamento de atletas das diversas modalidades olímpicas. E nesse sistema deverão constar ações que visem o aumento no número de praticantes das diferentes modalidades esportivas, além de um sistema efetivo de identificação e desenvolvimento do talento esportivo e adequadas instalações esportivas a fim de que os atletas possam ter onde treinar adequadamente.

Endereço: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/127332

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.