PolÍticas PÚblicas Para a HabitaÇÃo do Idoso - AnÁlise de Algumas Iniciativas do MunicÍpio de SÃo Paulo

Por: .

A Terceira Idade - n.39 - 2007

Send to Kindle


Resumo

O artigo apresenta e analisa os desafios associados à política pública para a habitação do idoso, contextualizando as possibilidades de atuação, nas distintas situações que se apresentam para sua moradia. A terceira idade é o grupo etário que mais apresenta divergências entre os indivíduos que enquadra, pois engloba pessoas com vinte, até trinta anos de diferença de idade. A diversidade neste grupo é maior do que em qualquer outro grupo, posto ser uma fase em que muitas alterações ocorrem no organismo humano, e o envelhecimento não é um fenômeno linear nem, tampouco, padrão. Envelhecer é uma situação normal da vida a partir do momento que nascemos, todavia envelhecer com qualidade de vida é um dos fatores fundamentais no decorrer desta caminhada, sendo assim, a moradia é uma contribuição para o bem estar do indivíduo. Para muitos idosos, o espaço social acaba sendo tudo o que possuem, sendo importante destacar os laços estabelecidos com os objetos, as pessoas e o ambiente para a manutenção do seu equilíbrio e de sua própria identidade A partir dessas reflexões são apresentadas ações adotadas no município de São Paulo nos últimos cinco anos, com ênfase na análise de cinco projetos habitacionais já entregues e um projeto habitacional em conclusão de obras. PALAVRAS-CHAVE: Políticas públicas, habitação, idoso, São Paulo. por ANDRÉA HOLZ PFÜTZENREUTER e RICARDO DE SOUSA MORETTI

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.