Por Que Dançar? Um Estudo Comparativo

Por: Catia Mary Volp.

Motriz - v.1 - n.1 - 1995

Send to Kindle


Resumo

Desde os primórdios o homem se utiliza do movimento e da dança. Com isso, ele se comunica, se expressa, se satisfaz, se encanta, se educa. Dentre os vários tipos de dança, a dança de salão é uma atividade, cuja a complexidade, pode se adaptar às habilidades individuais, é acessível a qualquer sexo e faixa etária podendo proporcionar situações de experiência máxima. Portanto, este estudo teve por objetivo investigar os motivos que levaram os jovens escolares e adultos a praticarem a dança de salão. Dois grupos foram entrevistados: o primeiro grupo com 60 sujeitos (25 homens e 35 mulheres) de idade média igual a 52,18 anos e o segundo grupo com 38 sujeitos (15 homens e 23 mulheres) de idade média igual a 14,76 anos. Os resultados mostraram que primeiramente o prazer é o motivo mais forte que leva adultos e adolescentes à prática da dança de salão. Em segundo plano, mostra a dança de salão como uma boa opção para ocupação do tempo livre, embora os adultos enfatizem bem mais este aspecto que os jovens. A sociabilidade, como motivo para a prática da dança, aparece em ambos os grupos etários com percentagens equivalentes. De acordo com a opinião dos sujeitos pesquisados, a dança de salão promove satisfação, pode ser considerada uma atividade de lazer e favorece a sociabilização, fatores fundamentais na formação do indivíduo. Sendo assim, sugere-se a dança de salão, não apenas como atividade informal, mas também como atividade curricular.

Endereço: http://www.rc.unesp.br/ib/efisica/motriz/01n1/7_Catia_form.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.