Pós-graduação em Educação Física no Brasil: Indicadores Objetivos dos Desafios e das Perspectivas

Por: .

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.24 - n.2 - 2003

Send to Kindle


Resumo

A pós-graduação stricto sensu em educação física no Brasil, a despeito do seu enorme crescimento desde a sua implantação em 1977, vem experimentando enormes desafios. Neste estudo, foram obtidos, da base de dados da Capes e do CNPq, indicadores objetivos da relação entre oferta e demanda de titulados, do perfil do corpo docente atuante no sistema, da capacidade instalada de pesquisa, da quantidade e qualidade da produção intelectual da educação física e de outras áreas do conhecimento. Esses dados indicam que: 1) a oferta e demanda por titulados no magistério superior poderá ser equilibrada ainda nesta década; 2) a formação do corpo docente ainda é predominantemente exógena, com formação no exterior, em humanidades ou em biológicas; 3) a capacidade instalada de pesquisa, embora quantitativamente adequada para a atual dimensão da pós-graduação apresenta desequilíbrio na distribuição entre instituições; 4) a produção intelectual é quantitativamente baixa e, quando comparada com outras áreas do conhecimento, apresenta baixa inserção internacional e baixa proporção de artigos.

Endereço: http://rbceonline.org.br/revista/index.php/RBCE/article/view/356

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.