Pragmatismo e Esporte. Elementos Para Um Outro Olhar Sociológico Sobre a Experiência Esportiva

Por: Eduardo Fernandes Nazareth.

Esporte & Sociedade - v.10 - n.25 - 2015

Send to Kindle


Resumo

Em se tratando de esporte, principalmente futebol, é muito comum, sobretudo na mídia esportiva, o uso da expressão “pragmático” com o sentido pejorativo de cerceamento da liberdade criativa, da expressividade lúdica e da beleza do jogo. Esse adjetivo qualificaria uma certa maneira de jogar que se distinguiria das demais pelo estrito fim de vencer. Tal compromisso descaracterizaria a experiência de jogar ao reduzi-la fria e racionalmente a um propósito prático final. O lúdico então ver-se-ia, em seus atributos essenciais, destituído dos elementos que o distinguiriam como tal. Busca-se aqui ressaltar o quanto o pragmatismo como uma escola filosófica pode, a partir da obra de um de seus mais eminentes representantes, nos auxiliar a entender o termo “pragmático” em relação à experiência lúdica esportiva num sentido mais amplo, incorporando algo que se acredita imprescindível aqui para se compreender a dimensão prática fundamental constituinte da experiência esportiva

Endereço: http://www.uff.br/esportesociedade/index.html?ed=25

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.