Prática com Feedback Autocontrolado Melhora os Afetos Positivos em Idosos

Por: Helena Thofehrn Lessa.

91 páginas. 2014 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Estudos têm demonstrado que a prática com feedback autocontrolado traz vantagens tanto motoras quanto psicológicas em adultos jovens e crianças, quando comparada à prática controlada. Entretanto, os efeitos dessa variável na população idosa são ainda inconsistentes. O objetivo do presente estudo foi examinar os efeitos do feedback autocontrolado nos níveis de afeto positivo e negativo e na aprendizagem motora de uma habilidade com demanda espacial em idosos. Os participantes, divididos em dois grupos pareados (self e yoked), realizaram 30 tentativas de prática de uma tarefa de posicionamento linear e preencheram o Positive and Negative Affect Schedule (PANAS). Após 48 horas, realizaram testes de retenção e transferência. Os resultados demonstraram que a prática autocontrolada influencia positivamente a afetividade dos idosos, proporcionando maior sensação de bem-estar e menor intensidade de afetos negativos. Outras diferenças relacionadas à aprendizagem motora não foram encontradas. Tais achados indicam que a prática autocontrolada pode beneficiar o processo de aprendizagem motora em idosos, refletindo em melhor bem-estar e podendo resultar em maior engajamento e persistência em contextos futuros de prática. 

Endereço: http://wp.ufpel.edu.br/ppgef/arquivo-de-dissertacoes-2015/

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.