Prática da Capoeira Como Espaço de Formação

Por: Marco Antonio Santos da Silva.

117 páginas. 2006 10/11/2006

Send to Kindle


Resumo

Uma manifestação cultural afro-brasileira pode, na sua prática, representar um espaço de formação numa sociedade? Esta pesquisa pretende mostrar como a capoeira, enquanto espaço de formação, propicia aos seus praticantes a oportunidade de interagir na sociedade a partir dos fundamentos próprios desta arte (ritos, práticas, argumentos filosóficos e história) - baseados na luta pela liberdade e igualdade - de forma maliciosa e lúdica, ora sendo o instrumento motivador da paz, ora do despertar da luta. Para atender aos fins desta pesquisa, o autor realizou o estudo com duas Associações de Capoeira, com espaços educativos em Alagoas e na cidade de Salvador. Com intuito de melhor situar a capoeira no contexto educacional e cultural, foi feito um breve levantamento histórico da vida do negro no Brasil como ser social, identificado e analisado à prática da capoeira e, finalmente, traçado um paralelo entre a prática pedagógica da capoeira e a inserção social por ela permitida. A metodologia utilizada foi de natureza qualitativa, e caracterizada por uma pesquisa etnográfica, com procedimentos metodológicos baseados em entrevistas, observações participantes dos trabalhos desenvolvidos pelo Mestre Nô (Associação Brasileira e Cultural de Capoeira Angola Palmares) e Mestre Cláudio (Associação de Capoeira Quilombos Pôr do Sol de Palmares) e na própria experiência de 18 anos do autor, praticando e ensinando a capoeira. O autor também entrevistou alunos das Associações pesquisadas, colheu depoimentos de professores, fez levantamento e pesquisa bibliográfica a partir do estudo de obras referenciadas na capoeira e educação. Este estudo está dividido nas seguintes partes: a história do negro no Brasil; a capoeira e sua história; e a capoeira como espaço de formação. O resultado desta pesquisa mostra que a capoeira, com seus fundamentos, metodologias de ensino e características pedagógicas próprias, insere o seu praticante, no contexto social atual, através tanto do reconhecimento histórico da sociedade em que vive, quanto da formação ideológica na busca incessante de igualdade e liberdade de expressão, ambos encontrados dentro da própria roda de capoeira.

Endereço: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/284

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.