Prática de Artes Marciais e Suas Contribuições Para a Saúde Física e Mental

Por: Waldemar Ferreira Veras Neto e Wilson Honorato Aragao.

Revista Baiana de Educação Física - v.7 - n.1 - 2006

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho trata-se de uma síntese de pesquisa desenvolvida em nível de pós-graduação lato senso sobre treinamento de artes marciais e saúde. A elaboração deste estudo teve como objetivo evidenciar quais os benefícios propiciados pelo treino de artes marciais. O estudo foi realizado em 07 academias de artes marciais, na cidade de João Pessoa - Paraíba, com as seguintes modalidades: Jiu-jitsu, Judô, Aikido, Tai Chi Chuan, Tae Kwon Do, Karatê e Kung-fu. Fizeram parte da amostra 70 praticantes, na faixa etária de 14 a 56 anos, de ambos os sexos, sendo 55 do sexo masculino e 15 do sexo feminino. A metodologia de trabalho utilizada consistiu na aplicação de questionários contendo questões objetivas e mistas (objetivas e subjetivas). Em um segundo momento da pesquisa, foi utilizada a observação sistemática participante, onde o pesquisador participou ativamente de aulas de judô, durante um período de 04 meses. De acordo com os dados coletados, constatamos que o treinamento regular de lutas marciais pode auxiliar na percepção da possível melhoria da autoconfiança, percepção do aumento da auto-estima, percepção da saúde de um modo geral, e conseqüentemente, contribuir na percepção da melhoria da qualidade de vida.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.