Prática da Vela: Estilo de Vida no Contexto do Lazer

Por: Andrea Maria Pires Azevedo, Clara Maria Silvestre Monteiro de Freitas, Emília Amélia Pinto Costa da Silva, Leonardo dos Santos Oliveira, Petrucio Venceslau de Moura e .

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.16 - n.3 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O objetivo desta pesquisa foi investigar possíveis transformações no estilo de vida de velejadores. Caracteriza-se como uma pesquisa qualitativa, do tipo descritiva, de campo. Os participantes foram 19 velejadores do Iate Clube da Paraíba, com idade entre 19 e 64 anos, e no mínimo 5 anos de prática. Foi empregado um questionário sociodemográfico e um roteiro de entrevista semi-estruturada. A análise dos dados foi realizada por meio do programa AQUAD 6 para indicar a frequência das palavras, categorizadas a partir da análise de conteúdo e organizadas em diagramas. Os resultados apontaram que a maior parte dos velejadores são do sexo masculino e tem ensino superior completo. Observou-se que a prática da vela contribuiu para aquisição de hábitos saudáveis, como a diminuição de vícios e dependência química; além disso, as sensações advindas da ação de velejar foram classificadas em duas categorias: as sensações positivas referente as situações favoráveis; e as sensações negativas enfrentadas nas condições de perigo e ameças. Ambas as condições acarretam melhoria ao estilo de vida ocasionados pelas mudanças nos aspectos emocionais, tanto positivas quanto negativas, decorrentes das situações e desafios encontrados no mar.

Endereço: http://www.sbafs.org.br/_artigos/457.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.