Práticas Corporais de Crianças e Adolescentes no Litoral de Vila Velha - ES

Por: A. A. S Jesus, F. F. B. Carneiro, G. C. Souza e M. E. S. Nazário.

IX Congresso Internacional de Educação Física e Motricidade Humana XV Simpósio Paulista de Educação Física

Send to Kindle


Resumo

O corpo é uma construção cultural, histórica e social que possui variações de sentidos e significados de uma sociedade a outra. Do mesmo modo, é através das técnicas corporais que os homens sociedade por sociedade e de maneira tradicional fazem usos de seus corpos. Essas práticas, por sua vez, mesmo em caráter local, apresentam diferenças estruturais e de significados quanto aos seus usos entre as diferentes faixas etárias ligadas a condição cronológica do viver humano. Em outras palavras, crianças, adolescentes, adultos, idosos, homens e mulheres constroem sentidos e significados para usarem seus corpos. Nessa perspectiva este estudo direciona suas bases de investigação para a infância e adolescência. Sendo assim, entende-se a partir do Estatuto da Criança e do Adolescente (criança, a pessoa até doze anos de idade incompleto, e adolescente aquele entre doze e dezoito anos de idade). Do mesmo modo que há variações quanto a faixa etária deve-se considerar também os espaços dessas práticas em suas particularidades geográficas e regionais. Sendo assim, este estudo tem como base as seguintes questões norteadoras: quais são as praticas corporais realizadas por crianças e adolescentes no litoral de Vila Velha? Quais são os sentidos e significados que os levaram a realização dessa prática?. Não obstante, esse estudo tem como objetivo identificar, caracterizar e analisar as práticas corporais realizadas por crianças e adolescentes nas praias de Vila Velha. Almeja ainda, apresentar os sentidos e os significados, bem como as influencias sofridas para a vivência de tais práticas. Para tanto, tem sido realizada uma pesquisa de inspirações etnográficas a partir da utilização da técnica da observação participante. Desse modo, estruturouse o estudo da seguinte forma: durante os meses de Dezembro e Janeiro de 2014/2015 percorremos os dezessete quilômetros de orla, nos períodos matutino, vespertino e noturno, observando as práticas corporais realizadas por crianças e adolescentes, na orla (ciclovia e calçadão), na parte de areia e do mar. Os resultados encontrados apontam para uma predominância de práticas corporais ligadas a jogos e brincadeiras no mar (pular onda, nadar, furar onda, stand up padle, caiaque, BodyBoarding), na areia (futebol de areia, vôlei de praia, soltar pipa, brincadeiras no parquinho), verificaramse também caminhada, corrida, passeios de longboard, de skate, bicicleta e patins. Vale destacar que as crianças durante as atividades, em sua maioria, estavam acompanhadas dos responsáveis. Esses atuavam como incentivadores, interlocutores e mediadores das práticas realizadas. Por outro lado, os adolescentes realizavam tais atividades em grupos, aparentemente de amigos. Sendo assim, por meio das observações é possível inferir a existência de uma pluralidade de práticas corporais realizadas por esses dois grupos etários, no entanto a extração dos sentidos e significados das mesmas, somente será possível a partir das entrevistas a serem realizadas.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/10060/10060

Comentários


:-)





© 1996-2016 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.