Práticas Discursivas em Dispositivos Curriculares de Educação Física da Rede Municipal de Sorocaba: Estratégias Para o Governo das Condutas de Sujeitos da Educação

Por: .

170 páginas. 2014 20/08/2014

Send to Kindle


Resumo

O objetivo desta pesquisa é analisar as práticas discursivas presentes em três documentos curriculares de Educação Física da rede municipal de Sorocaba e as relações de saber-poder que permearam o processo de construção do currículo oficial, elaborado em 2012. Trata-se de delinear como o currículo é inserido numa rede de poder, sustentado, por sua vez, por determinados tipos de saberes. Para tanto, apoio-me nas contribuições do pensamento foucaultiano, fazendo uso de algumas noções, tais como: governamentalidade, enunciado, formação discursiva, além das formulações provenientes dos estudos curriculares de orientação pós-crítica. Como caminho metodológico utilizo a cartografia de inspiração deleuze-guattariana para situar algumas ações políticas da Secretaria da Educação de Sorocaba e o trajeto de construção do currículo oficial de Educação Física, articulando a análise documental e entrevistas semiestruturadas para a coleta de dados. Valho-me também das contribuições da análise de discurso foucaultiana para perscrutar os discursos presentes nos documentos curriculares de Educação Física. Na primeira etapa investigativa, a cartografia indica que as ações políticas da Secretaria da Educação de Sorocaba aplicadas, sobretudo, pelo terceiro setor, possuem conexões com ideais neoliberais. Aponta também que a trajetória da construção curricular oficial sugere uma desvalorização da Educação Física comparada a outras disciplinas que compõem a matriz curricular desta rede de ensino e que essa construção curricular baseou-se, principalmente, em decisões não democráticas, valendose de posições de vantagem nas relações de poder devido à hierarquia institucional. Na análise de enunciados dos dispositivos curriculares, que constitui a segunda etapa investigativa, verifico que tanto a organização curricular nas dimensões procedimentais, conceituais e atitudinais quanto a organização curricular por competências, respaldadas pelo discurso científico da psicologia educacional, são tomadas como nucleares nos documentos curriculares investigados. No currículo oficial, o enunciado referente à gestão curricular se utiliza de estratégias discursivas para o controle e governo da conduta dos professores, tornando-os dóceis e produtivos em suas ações. Ainda, ao buscar dissipar as diferenças e oposições, em discurso favorável ao hibridismo, desloca algumas manifestações e práticas corporais como conteúdos opcionais, enquadrando-as, assim, em uma perspectiva de currículo turístico. Por fim, a ordem dos saberes que legitimam os textos dos dispositivos curriculares, indica um campo de coexistências, oriundos da formação discursiva da psicologia educacional e das teorias curriculares acríticas da Educação Física, projetando sujeitos empreendedores de si mesmos.

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100135/tde-09102014-111513/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.