Predição da Carga Máxima a Partir do Número Máximo de Repetições com Cargas Submáximas Para Mulheres.

Por: , Ursula Ferreira Julio e Valéria Leme Gonçalves Panissa.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.13 - n.5 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi determinar equações que pudessem estimar a carga correspondente à carga máxima (1RM) a partir do número máximo de repetições com cargas submáximas no supino horizontal, puxador costas, e mesa flexora em mulheres familiarizadas com treinamento de força (n = 20; 22 ± 3 anos; 61 ± 7 kg; 165 ± 4 cm). O primeiro teste foi o teste de 1RM. Posteriormente, as participantes realizaram o número máximo de repetições nas intensidades de 70, 80 e 90% de 1RM em todos os exercícios, em diferentes dias. Para determinar cada equação, foi realizada a análise de regressão linear múltipla. Dois critérios foram considerados para aceitar cada equação: o coeficiente de determinação ajustado (R² aj. > 0,80) e o erro percentual (EP < 10%). Para todos os exercícios, as equações atingiram os critérios: supino horizontal: R² aj. = 0,89; EP = 5%; puxador costas: R² aj. = 0,84; EP = 5%; mesa flexora: R² aj. = 0,82; EP = 7%. Para a utilização das equações elaboradas, é necessário escolher uma carga aleatória e o número de repetições realizados nesta mesma carga para encontrar o valor de 1RM. Recomenda-se que o número de repetições esteja dentro da variação observada neste estudo: supino horizontal (1 – 21), puxador costas (2 – 20) e mesa flexora (1 – 14).

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2011v13n5p361

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.