Predominância Natural de Lateralidade: Consequências Antropométricas, de Força, de Flexibilidade e de Coordenação

Por: Gilberto Antonio Medeiros Ochucci Junior.

130 páginas. 2004 22/12/2004

Send to Kindle


Resumo

A coluna vertebral é o centro de equilíbrio e pilar de sustentação do corpo. Dessa forma, forças unilaterais exercidas de forma crônica podem trazer conseqüências sobre a estabilidade do conjunto músculo-articular. O objetivo deste estudo é analisar essas conseqüências através da antropometria, força, flexibilidade e coordenação. Com a comparação dos dados coletados pôde-se estabelecer uma diferenciação de conseqüências entre os lados e entre diferentes grupos (atletas de vôlei, basquete e não atletas). Os resultados mostram que diferentes rotinas causam diferentes conseqüências antropométricas, de força, de flexibilidade e de coordenação entre os lados. As maiores diferenças encontradas são as relacionadas à habilidade e a força e as menores as relacionadas à gordura e à flexibilidade. Forças mecânicas unilaterais desestabilizam o conjunto músculo-articular favorecendo o aparecimento de diferenças musculares e coordenativas sendo um sinalizador de futuros desvios posturais e dores como recurso compensatório 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000352545&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.