Pressões Respiratórias Máximas em Nadadores Adolescentes

Por: C. Couto Santanna, M. A. Rocha Crispino Santos, M. Bernhoeft e M. L. Pinto.

Revista Portuguesa de Pneumologia - v.17 - n.2 - 2011

Send to Kindle


Resumo

As pressões inspiratórias máximas (PIM) e pressões expiratórias máximas (PEM) são indicadores úteis de força muscular em atletas. Os objetivos desse estudo foram: descrever a força da musculatura respiratória de uma equipe Olímpica júnior de natação, em repouso e após um exercício físico padronizado e determinar o diferencial de pressão inspiratória e expiratória obtido como resposta ao exercício físico. Estudo descritivo que avaliou 28 nadadores de nível internacional, com idades variáveis entre 15 a 17 anos, sendo 19 (61 %) do sexo masculino. Em repouso, os valores mais baixos de PIM foram encontrados no sexo feminino (p = 0,001). Os valores médios alcançados no sexo masculino (M) e feminino (F) foram: PIM (cm H2O) = M: 100,4 (± 26,5)/ F:67,8 (± 23,2); PEM(cm H2O) = M:87,4 (± 20,7)/ F:73,9 (± 17,3). Após o exercício físico foram obtidos os seguintes valores: PIM (cmH2O) = M:95,3 (± 30,3)/ F: 71,8(± 35,6); PEM (cm H2O) = M:82,8 (± 26,2)/ F: 70,4 (± 8,3). Não foram registrados diferenciais de pressões inspiratórias e expiratórias máximas em resposta ao exercício, em ambos os sexos. Esses resultados sugerem que os nadadores olímpicos conseguiram sustentar a magnitude das pressões máximas iniciais. No entanto, outros estudos deverão ser realizados a fi m de verificar se PIM e PEM poderiam ser empregados como marcadores de desempenho de atletas

Endereço: http://www.elsevier.pt/pt/revistas/revista-portuguesa-pneumologia-320/artigo/pressoes-respiratorias-maximas-em-nadadores-adolescentes-90002026

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.