Prevalência de Alterações Crônicas Degenerativas Não Transmissíveis, Tabagismo e Composição Corporal de Homens da Terceira Idade Sedentários e Desportistas Ao Longo da Vida

Por: Flávia Santos Dellatorre Diniz.

102 páginas. 2009 09/10/2009

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste trabalho foi verificar a prevalência de alterações crônicas ,degenerativas não transmissíveis – ACDnT e composição corporal de 50 ,homens da terceira idade que praticaram (25 desportistas) ou não (25 ,sedentários) atividades física regular e tabagismo ao longo de suas vidas, na ,cidade do Rio de Janeiro. Foi aplicado uma entrevista estruturada (anamnesis) e ,um questionário com recordatório de toda a vida para determinar a prevalência ,das ACDnT, o tabagismo, como a freqüência e duração das atividades físicas ,praticadas ao longo da vida. A composição corporal foi determinada por dados ,antropométricos, soma de 7 dobras cutâneas- Σ7PC, a circunferência da cintura ,– CC (cm), ralação cintura quadril – RCC, índice de massa corporal – IMC ,(kg/m2) e porcentagem de gordura - %G. Os idosos sedentários apresentaram ,diferença significativa (p=0,01) na %G, -Σ7PC e CC que os desportistas pelo t- ,Student. As médias antropométricas não apresentaram significado entre os dois ,grupos (p

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2542&listaDetalhes%5B%5D=2542&processar=Processar

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.