Prevalência de Lesão e Fatores Associados em Corredores de Rua de Assessorias Esportivas da Cidade de Teresina/pi

Por: Carla Santana Silva dos Santos, Mara Jordana Magalhães Costa e Victor Geovani Soares de Sousa.

Revista Brasileira de Qualidade de Vida - v.11 - n.4 - 2019

Send to Kindle


Resumo

OBJETIVO: Verificar a prevalência de lesões e fatores associados em corredores de rua de assessorias esportivas na cidade de Teresina/PI.

MÉTODOS: Pesquisa descritiva, transversal, com abordagem quantitativa. A amostra foi composta por 79 corredores de rua, profissionais, amadores e recreacionais, das assessorias esportivas de Teresina/PI, selecionados por conveniência. Para a coleta de dados utilizou-se um questionário adaptado de Hespanhol Junior et al. (2012), que aborda questões sobre prática de corrida de rua; características de treinamento; dados socioeconômicos; e, lesões. Na análise dos dados foi utilizada, inicialmente, a estatística descritiva e, em seguida, a estatística inferencial utilizando-se o teste qui-quadrado para avaliar a associação entre as variáveis estudadas e a prevalência de lesão. Os dados foram analisados no software STATA 12.0 e o nível de significância adotado foi de 5%.

RESULTADOS: Constatou-se prevalência de lesão de 54,43%, tendo como lesão mais frequente a periostite e as partes do corpo mais afetadas foram a perna e o joelho. Sobre a associação com a prevalência de lesões, apenas a variável alongamento depois treino foi encontrada associação estatisticamente significativa (p=0,020).

CONCLUSÕES: A prevalência de lesão foi elevada entre os corredores investigados. O alongamento realizado após o treino foi um fator associado a lesão entre os corredores de rua de Teresina/PI.

Endereço: https://periodicos.utfpr.edu.br/rbqv/article/view/10216

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.