Prevalência de Sífilis na Gestação e Testagem Pré-natal: Estudo Nascer no Brasil

Por: Célia Landmann Szwarcwald, Maria do Carmo Leal, Paulo Roberto Borges Souza Junior e Rosa Maria Soares Madeira Domingues.

Revista de Saúde Pública - v.48 - n.5 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Analisar a cobertura de testagem para sífilis durante a assistência pré-natal e estimar a prevalência de sífilis na gestação.Coorte nacional de base hospitalar, realizada no Brasil, de 2011 a 2012, com 23.894 mulheres. Foram utilizados dados obtidos na entrevista com a puérpera, no prontuário hospitalar e nos cartões de pré-natal. Foram considerados casos de sífilis na gestação todas as gestantes com resultado de sorologia reagente no cartão ou diagnóstico de sífilis durante a internação para o parto. Prevalência de sífilis e coberturas de testagem foram analisadas segundo região de residência, cor da pele, escolaridade, idade materna e tipo de serviço de assistência pré-natal e ao parto, com utilização do teste estatístico Qui-quadrado.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0034-89102014000500766&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.