Prevalência de Dor Musculoesquelética em Corredores de Rua no Momento em Que Precede o Início da Corrida

Por: Alexandre Dias Lopes, Bruno Tirotti Saragiotto e Tiê Parma Yamato.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.33 - n.2 - 2011

Send to Kindle


Resumo

A participação em corridas de rua vem aumentando significativamente nos últimos anos, motivada pelos benefícios a saúde, fácil execução e baixo custo. Os objetivos desse estudo foram: analisar a prevalência de dor musculoesquelética em corredores de rua no momento em que precede o início da prova, além de discutir alguns fatores etiológicos relacionados à prática da corrida. Os participantes foram divididos em dois grupos, um grupo foi composto por corredores com queixa de dor musculoesquelética e outro sem queixa. Foi constatada uma diferença estatisticamente significante quando comparados o número de treinos por semana (p=0,03) e a quilometragem semanal percorrida (p=0,01). Concluímos que a prevalência de dor foi de aproximadamente 25% e estava diretamente associada ao volume de treino semanal.

Endereço: http://revista.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/view/714

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.