Prevalência e Fatores Associados a Lesões em Corredores Amadores de Rua do Município de Belo Horizonte, Mg

Por: Alberto Cantídio Ferreirai, Diogo Carvalho Felício, George Schayer Sabino, Jésus Magno Cabral Dias, Marco Túlio Saldanha dos Anjos e Rafael de Melo Fernandes.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.18 - n.4 - 2012

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO: A prática da corrida de rua tem aumentado nos últimos anos, tanto por sua facilidade quanto pelo baixo custo envolvido. Essa prática, todavia, envolve risco de lesões musculoesqueléticas. 
OBJETIVO: Verificar a prevalência de lesões osteomioarticulares e analisar os fatores associados em corredores de rua amadores de Belo Horizonte, MG. 
MÉTODOS: Foi realizado um estudo observacional do tipo transversal. A seleção da amostra foi por conveniência. Participaram da pesquisa 100 atletas amadores com pelo menos três meses de prática de corrida com frequência mínima de duas vezes por semana. Foram coletados os dados referentes à prevalência de lesões e os fatores associados através de um questionário estruturado. 
RESULTADOS: A prevalência de lesões entre os atletas foi de 40%. Dentre os fatores associados à lesão destacam-se a distância média diária e a variação no volume do treinamento. 
CONCLUSÃO: A prevalência de lesões em corredores amadores é considerável, apesar de ter sido relatada por menos da metade dos participantes. As características do treinamento podem desencadear lesões e devem ser analisadas com cautela para que a corrida seja realizada de forma segura.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922012000400007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.