Prevalência e Fatores Associados a Menores Níveis de Prática de Atividades Físicas no Lazer em Estudantes de Uma Universidade Pública do Estado da Bahia

Por: e Thiago Ferreira de Sousa.

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.16 - n.4 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O objetivo foi estimar a prevalência e os fatores associados à prática de atividades físicas no lazer em menores níveis em estudantes de uma universidade pública do Estado da Bahia. Este estudo foi reali¬zado com uma amostra representativa de estudantes de uma universidade pública do Estado da Bahia matriculados no segundo semestre de 2010 em cursos de graduação. A amostra foi estratificada e proporcional aos cursos, perío¬do de estudo e ano de ingresso na universidade, sendo os sujeitos selecionados aleatoriamente em cada estrato. O desfecho deste estudo foi o comportamento menos ativo no lazer (≤149 minutos/semana). As variáveis independentes foram os indicadores sócio-demográficos e de vínculo com a universidade. As análises dos dados foram realizadas no programa Stata (versão 11.0) e empregou-se a Razão de Prevalência como medida de associação, por meio da regressão de Poisson. A prevalência de homens menos ativos no lazer foi de 49,1% (IC95%: 44,6-53,7) e de mulheres 77,9% (IC95%: 74,5-81,3). Apresentaram maiores chances de comportamentos menos ativo no lazer os homens que ingressaram em 2008 e do Departamento de Letras e Artes, e as mulheres com carga horária de 30 a 39 horas/semana em estágio/trabalho e pertencentes ao Departamento de Ciências da Educação. Homens e mulheres de áreas de estudo não relacionadas à saúde, assim como homens com três anos de vivência acadêmica e mulheres com atividades ocupacionais estavam mais propensos a menores níveis de prática de atividades físicas no lazer. Esses grupos devem ser priorizados em programas de promoção da atividade física na Universidade.

Endereço: http://www.sbafs.org.br/_artigos/479.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.