Prevalência de Indicadores de Aptidão Física Associada à Saúde em Escolares

Por: Dédima Carvalho Pereira e Thales Boaventura Rachid Nascimento.

Motriz - v.16 - n.2 - 2010

Send to Kindle


Resumo

Elevados valores de gordura corporal (GC) e baixa aptidão cardiorrespiratória (AC) são fatores de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT). Objetivou-se verificar em 118 rapazes e 151 moças (10 e 11 anos) a prevalência quanto sua AC e GC, e analisar esses em relação aos critérios-referênciados (CR). A AC e a GC foram medidas e classificadas conforme protocolo da AAHPERD (1988). Por meio da estatística descritiva e do teste qui-quadrado, verificou-se que 70,6% da amostra apresenta baixa AC, sendo maior (p < 0,05) nos rapazes (86,4%) do que nas moças (58,3%). A GC ideal foi prevalente (66,9%), entretanto 24,2% e 8,9% (p < 0,05) da amostra apresenta valores acima e abaixo do ideal, respectivamente. A prevalência de escolares que atendem concomitantemente (20,4%) aos CR para a saúde é inferior aos dos que não atendem (24,2%). Portanto, uma proporção expressiva de escolares está exposta as DCNT relacionadas à baixa AC e a inadequados valores de GC.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/3025/2984

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.