Prevalência de Lesões no Futebol em Atletas Jovens: Estudo Comparativo Entre Diferentes Categorias

Por: Rodrigo Nogueira Ribeiro.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.21 - n.3 - 2007

Send to Kindle


Resumo

A popularidade do futebol somada à elevada taxa de ncidência de lesões têm sido objeto de crescente interesse epidemiológico. Vários autores investigaram a reqüência de lesões em jovens jogadores de futebol. Entretanto, os resultados desses estudos são de difícil omparação por causa das diferentes faixas etárias investigadas e os vários métodos aplicados. O objetivo o resente estudo foi comparar a prevalência e características de lesões da categoria infantil e uvenil. Foi realizada uma análise retrospectiva da ocorrência de lesões esportivas através do levantamento de fichas édicas de dois clubes brasileiros durante a temporada de futebol no ano de 2003 em Minas Gerais. Na categoria nfantil 42,2% das lesões não necessitaram de afastamento das atividades esportivas, taxa aparentemente maior à encontrada na categoria juvenil (26,9%). Além disso, o número de lesões que resultaram em fastamento por mais de um mês foi aparentemente maior na categoria juvenil (10,4%) em relação à categoria infantil (1,7%). Observamos que a prevalência e características das lesões nos atletas das categorias esquisadas diferem aparentemente, sendo que quanto mais velho o atleta, mais as taxas de lesões se aproximam as taxas de equipes adultas. Apesar da maior taxa de prevalência, a categoria infantil apresenta uma orcentagem maior de lesões que não necessitaram de afastamento das atividades esportivas.

Endereço: http://www.revistasusp.sibi.usp.br/pdf/rbefe/v21n3/v21n3a3.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.