Prevalência de Obesidade em Crianças e Adolescentes Segundo Diferentes Classificações de Imc

Por: Danielle Biazzi Leal e Filipe Ferreira da Costa.

XII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Países desenvolvidose emdesenvolvimento estão apresentando prevalências preocupantesde obesidade tanto na população adulta quanto em crianças e adolescentes1,2. Arelação entre obesidade e morbi-mortalidade em adultos já está bem estabelecida na literatura. Em crianças e adolescentes, estudos vêm apresentando associações entre o excesso de peso com hipertensão, dislipidemias, hiperinsulinemia, problemas ortopédicos e conseqüências psicossociais3-6 além do risco aumentado para o desenvolvimento de obesidade e fatoresde risco cardiovasculares na vida adulta7. Nas últimas três décadas a prevalência de sobrepeso em crianças e adolescentes triplicou no Brasil, quase duplicou nos Estados Unidos e aumentou em 20% na China, diminuindo apenas na Rússia8. Na América Latina, prevalências de obesidade entre 6% e 24% foram encontradas entre crianças de um a cinco anos de idade, utilizando como critério de diagnóstico o índice peso/alturamaior que dois escores z9. Dados de base nacional em idade escolar são escassos nos países da América Latina.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.