Prevalência de Síndrome Pré-menstrual em Atletas

Por: Patrícia Aparecida Gaion.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.16 - n.1 - 2010

Send to Kindle


Resumo

A síndrome pré-menstrual (SPM) é um conjunto de sintomas emocionais e físicos que afeta negativamente as atividades diárias das mulheres durante o período pré-menstrual. Embora seja um tema bastante estudado na população em geral, existe uma lacuna na literatura a respeito da presença de SPM em atletas. Dessa forma, o objetivo do estudo foi analisar a prevalência de SPM em atletas. Foi desenvolvido um estudo do tipo inquérito, com 57 atletas, com idade entre 18 e 47 anos, de 11 modalidades esportivas. Para identificar a presença de SPM, utilizou-se uma ficha autoaplicável baseada nos critérios do American College of Obstetricians and Gynecologists (ACOG, 2000); a confirmação diagnóstica foi feita através do preenchimento de um diário de sintomas durante dois ciclos menstruais consecutivos (baseado no ACOG, 2000). Para análise dos dados utilizou-se teste de Shapiro-Wilk e teste exato de Fisher, adotando P < 0,05. A prevalência de SPM estimada de forma retrospectiva foi de 68%, enquanto a avaliada pelo acompanhamento com os diários foi de 48%. Mastalgia, explosão de raiva, ansiedade e irritabilidade foram os sintomas mais citados. Foram observadas associações significativas entre SPM e volume de treinamento semanal (P = 0,041), número de sintomas totais (P < 0,0001), número de sintomas físicos (P = 0,004), mastalgia (P = 0,028) e desconforto abdominal (P = 0,015). A prevalência de SPM em atletas foi considerada alta e a análise retrospectiva a superestimou em relação ao acompanhamento diário. A alta prevalência, bem como a associação entre SPM e maior volume de treinamento semanal, instiga que o treinamento esportivo pode ter algum impacto na prevalência de SPM em atletas.

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbme/v16n1/a04v16n1.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.