Prevalência de Transtornos Alimentares em Adolescentes Praticantes de Ballet Clássico

Por: Carmen Patricia Barbosa, Daniel Vicentini de Oliveira e Kerolen de Mello Alves.

Conexões - v.11 - n.1 - 2013

Send to Kindle


Resumo

As sociedades ocidentais contemporâneas vivem sob o ideal da magreza e da boa forma física, cujo padrão se impõe especialmente para as mulheres, nas quais a aparência física representa uma importante medida de valor pessoal. Com base nesta preocupação foi realizado este trabalho que tem como objetivo avaliar a prevalência de bulimia e anorexia enquanto transtornos alimentares apresentados por adolescentes praticantes de ballet clássico. Trata-se de uma pesquisa do tipo descritivo, cuja população compreendeu 50 adolescentes do sexo feminino, com idades entre 12 a 18 anos, praticantes de ballet clássico de três academias situadas em Maringá-Pr. A coleta de dados foi realizada pela própria pesquisadora antes das aulas de ballet de cada estabelecimento, por meio dos testes que avaliam a presença de sintomas relacionados a transtornos alimentares. De acordo com o questionário BITE, 80% da população avaliada apresentaram nível baixo de incidência de sintomas de bulimia nervosa encontrando-se dentro dos limites de anormalidade. Para a anorexia nervosa, o valor alto foi verificado em uma das academias pesquisadas observando-se a prevalência de sintomatologia anoréxica. Esses resultados apontam que é importante que o professor de educação física aborde em suas aulas temas como a bulimia e anorexia nervosa, a fim de conscientizar, prevenir e controlar possíveis transtornos alimentares principalmente em adolescentes praticantes de atividades esportivas.

Endereço: http://fefnet178.fef.unicamp.br/ojs/index.php/fef/article/view/822

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.