Princípios Biomecânicos Aplicados Ao Ensino da Dança

Por: Ana Júlia P. Pacheco.

IX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

O estudo visa investigar a possibilidade da biomecânica atuar como formadora de procedimentos didático-metodológicos no ensino da dança. Para tal, estudar-se-á a pirueta en dehorsde quarta posição por ser uma habilidade motora construída, que não se enquadra no desenvolvimento natural da criança, e assim sendo, faz-se necessária uma intervenção pedagógica no processo de ensino-aprendizagem, Foram utilizadas as categorias gerais de Magill (1984) para classificação de habilidades motoras, com intuito de que a classificação da pirueta venha a fornecer indicativos para a aplicação dos princípios biomecânicos; e a metodologia proposta por Batista (1992) para a análise biomecânica qualitativa do movimento. Os resultados preliminares são: a) a pirueta pode ser classificada como habilidade motora global; discreta e serial; previsível e em circuito aberto; b) a coordenação de seus gestos numa seqüência específica é essencial; c) um alto nível de precisão de movimento, já que envolve situações específicas que dificultam o equilíbrio corporal; d) possivelmente a biomecânica pode contribuir para seu ensino a partir do estudo da ordenação dos momentos angulares parciais que geram o torque; e) a coordenação desses momentos angulares pode ser representada a partir de movimentos articulares, traduzindo-se em informações de fácil aplicação pelo professor em sua prática pedagógica.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.