Processo de Institucionalização do Esporte Paralímpico Brasileiro: Caracterização do Caso da Equipe de Rúgbi em Cadeiras Rodas da Unicamp/adeacamp

Por: Gustavo Moreira Pasini, José Irineu Gorla, Luis Felipe Correia de Campos e Paulo César Montagner.

Conexões - v.12 - n.2 - 2014

Send to Kindle


Resumo

O movimento paralímpico apresenta em sua trajetória um processo de consolidação. No Brasil, o seu desenvolvimento vem sendo impulsionado por diferentes agentes sociais, Estatais e Privados. Este estudo pretende apresentar uma contextualização do desporto paralímpico nacional com o objetivo principal em caracterizar o caso da equipe de Rúgbi em cadeira de rodas da UNICAMP/ADEACAMP, procurando apontar o desenvolvimento nas formas de gestão desportiva em sua manifestação do alto rendimento, realçando as formas de organização e financiamento. Para tanto, utilizando do método de análise de conteúdo, que possibilita construir instrumentos visando estudar os conteúdos das mensagens, buscando inferir e selecionar os aspectos latentes e manifestos dos conteúdos expressos das falas e dos conteúdos de entrevistas, que permitam interpretar a pesquisa qualitativa do presente projeto. Com essa metodologia foi possível construir ainda que introdutoriamente um panorama deste projeto atualmente desenvolvido na UNICAMP, determinados na configuração expressa por atletas, dirigentes e técnicos buscando interpretação da estruturação da equipe discutindo como esse conjunto de fatores nortea o funcionamento da UNICAMP/ADEACAMP, além das formas e sistemas de distribuição de recursos.

Endereço: http://conexoes.fef.unicamp.br/ojs/index.php/fef/article/view/1152

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.