Processos Educativos Desvelados na Roda de Capoeira da Associação Pena de Ouro

Por: , Gilmar Araujo de Oliveira e .

Motricidades - v.2 - n.3 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi identificar, descrever e compreender os processos educativos desencadeados na relação Mestre-Aprendiz no contexto dos treinos de Capoeira da Associação Cultural e Desportiva Pena de Ouro, ministradas pelo Mestre Izael Teixeira. Nos orientamos pela Fenomenologia e, em busca de uma compreensão do fenômeno, realizamos inserção na citada Associação, localizada no município de São Carlos, interior do estado de São Paulo. A coleta de dados ocorreu entre outubro de 2014 e maio de 2015, totalizando 15 encontros, com 11 participantes. Durante todos os encontros foram redigidos registros sistemáticos de observações em diários de campo, dos quais foram organizadas as seguintes categorias temáticas: A) Pedagógica de Mestre Izael; B) Valorização do Mestre Izael pela Comunidade; C) Enquanto descanso, carrego pedra - resistência e ancestralidade. Foram identificados processos educativos de resistência, ancestralidade, pertencimento e fortalecimento de identidades.

Referências

ABIB, P. R. J. Os velhos capoeiras ensinam pegando na mão. Cadernos Cedes, v. 26, n. 68, p. 86-98, jan./abr. 2006.

ABIB, P. R. J. Capoeira Angola: cultura popular e o jogo dos saberes na roda. Campinas: UNICAMP/CMU; Salvador: EDUFBA, 2005.

BICUDO, M. A. V.; ESPOSITO, V. H. C. (Orgs.). Pesquisa qualitativa em educação: um enfoque fenomenológico. Piracicaba: UNIMEP, 1994.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

CÂMARA, E. Capoeira Angola: uma contribuição à prática do professor no reconhecimento e valorização da comunidade afro-descendente. 2004. 131 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2004.

CAMPOS, H. Capoeira regional: a escola de Mestre Bimba. Salvador: EDUFBA, 2009.

CAMPOS, H. Capoeira na escola. Salvador: Presscolor, 1990.

DUSSEL, E. Para uma ética da libertação latino-americana III: erótica e pedagógica. Piracicaba: UNIMEP, 1982.

FIORI, E. M. Textos escolhidos: educação e política. Porto Alegre: L&PM, 1991.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 50. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

GONÇALVES JUNIOR, L. Dialogando sobre a capoeira: possibilidades de intervenção a partir da motricidade humana. Motriz, v. 15, n. 3, p. 700-707, 2009.

GONÇALVES JUNIOR, L.; CARMO, C. S.; CORRÊA, D. A. Cicloviagem, lazer e educação ambiental: processos educativos vivenciados na Serra da Canastra. Licere, v. 18, n. 4, p. 173-208, 2015.

IPHAN registra capoeira como patrimônio cultural brasileiro. Folha Online, 15 jul. 2008. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u422731.shtml>. Acesso em: 01 out. 2018.

LIMA, L. A. N. A capoeira: um discurso em extinção. São Paulo: PUCSP/FAPESP, 1990.

MACHADO, O. V. M. Pesquisa qualitativa: modalidade fenômeno situado. In: BICUDO, M. A. V.; ESPOSITO, V. H. C. (Orgs.). Pesquisa qualitativa em educação: um enfoque fenomenológico. Piracicaba: UNIMEP, 1994. p. 35-46.

MARTINS, J.; BICUDO, M. A. V. A pesquisa qualitativa em psicologia: fundamentos e recursos básicos. São Paulo: Centauro, 2005.

MEMMI, A. Retrato do colonizado precedido pelo retrato do colonizador. 3. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

NOGUEIRA, S. G. Psicologia crítica africana e descolonização da vida na prática da capoeira Angola. 2013. 226 f. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Pontifícia Universidade Católica São Paulo, São Paulo, 2013.

OLIVEIRA, M. W.; SILVA, P. B. G.; GONÇALVES JUNIOR, L.; MONTRONE, A. V. G.; JOLY, I. Z. L. Processos educativos em práticas sociais: reflexões teóricas e metodológicas sobre pesquisas em espaços sociais. In: OLIVEIRA, M. W.; SOUSA, F. R. (Orgs.). Processos educativos em práticas sociais: pesquisas em educação. São Carlos: EdUFSCar, 2014. p. 29-46.

REGO, W. Capoeira Angola: um ensaio sócio-etnográfico. Salvador: Itapoã, 1968.

SILVA, G. O. Capoeira: do engenho à universidade. 2. ed. São Paulo: CEPEUSP, 1995.

SILVA, P. B. G. Aprender a conduzir a própria vida: dimensões do educar-se entre afrodescendentes e africanos. In: BARBOSA, L. M. A.; SILVA, P. B. G.; SILVÉRIO, V. R. (Orgs.). De preto a afrodescendente: trajetos de pesquisa sobre relações étnico-raciais no Brasil. São Carlos: EdUFSCar, 2003. p. 181-197.

SODRÉ, M. Mestre Bimba: corpo de mandinga. Rio de Janeiro: Manati, 2002.

SOUSA, F. R. Sentidos e processos educativos consolidados na organização de uma festa popular. Políticas Educativas, v.3, n. 1, p. 79-95, 2009.

TEDLA, E. Sankofa: african thought and education. New York: Petter Lang, 1995.

TUTU, D. Ubuntu: sobre a natureza da comunidade humana. In: TUTU, D. Deus não é cristão e outras provocações. Rio de Janeiro: Thomas Nelson Brasil, 2012. p. 41-44.

Endereço: http://www.motricidades.org/journal/index.php/journal/article/view/2594-6463.2018.v2.n3.p177-189

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.