Professores de Educação Física na Fase Final da Carreira

Por: Alexandra Folle, Fabrício João Milan, Franciane Maria Araldi, , Giovana Giannecchini, Jessica Cozza e Viviane Preichardt Duek.

Corpoconsciência - v.22 - n.3 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo descritivo foi analisar as percepções de professores de Educação Física no final da carreira docente em relação à escolha da profissão, a formação inicial e continuada, aos valores atribuídos à profissão e às expectativas iniciais e atuais com a docência.  Participaram da investigação dois professores de Educação Física de Santo Amaro da Imperatriz. Para a coleta de informações foi utilizada uma entrevista organizada a partir de temas geradores. Os dados revelaram que a experiência esportiva foi um impulso na escolha profissional. Quanto às expectativas iniciais da carreira elas se distinguem daquelas que se manifestam no final da carreira, especialmente pelo desejo inicial dos professores, em trabalhar com treinamento esportivo, de modo a garantir sua estabilidade financeira. Pode-se concluir que o cenário volta-se a pretensão dos professores de manterem-se ativos e com fora do ambiente escolar, fato que representa uma mudança singular na fase final da carreira.

Referências

ARAÚJO, Tamires Sousa; MIRANDA, Gilberto José; PEREIRA, Janser Moura. Satisfaction among accounting professors in Brazil. Revista contabilidade & finanças, v. 28, n. 72, p. 264-281, 2017.

BAHIA, Cristiano de Sant Anna. Formação continuada em exercício de professores da educação física escolar: contribuições para a prática. 2016. 194f. Tese (Doutorado em Educação Física). Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 2016.

BARDIN, Lawrence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições, v. 70, 2011.

BARROS, Irene Maria da Costa. Contributo para a compreensão do processo de (re) construção da identidade profissional no contexto da formação inicial: estudo em estudantes estagiários de Educação Física. 2011. 127f. Dissertação (Mestrado em Desporto para Crianças e Jovens). Programa de Pós-Graduação em Desporto para Criaças e Jovens, Faculdade de Desporto, Universidade do Porto, Porto, Portugal, 2011.

BETTI, Irene Conceição Rangel; MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. História de vida: trajetória de uma professora de Educação Física. Motriz, v. 3, n. 2, p. 108-115, dez., 1997.

BOTH, Jorge e colaboradores. Bem estar do trabalhador docente de educação física da região sul do Brasil de acordo com os ciclos vitais. Revista brasileira de educação físisca e esporte, v. 28. n. 1, p. 77-93, jan./mar., 2014.

CARDOSO, Cleia Graziele Lima do Valle; COSTA, Nilce Maria da Silva Campos. Factors connected with professional satisfaction and dissatisfaction among nutrition teacher. Ciência & saúde coletiva, v. 21, n. 8, p. 2357-2364, 2016.

CUNHA, Maria Isabel. A relação professor-aluno. In: VEIGA, Ilma Passos Alencanstro (Org.). Repensando a didática. Campinas, SP: Papirus, 1996.

FARIAS, Gelcemar Oliveira; NASCIMENTO, Juarez Vieira do. Construção da identidade profissional: metamorfoses na carreira docente em Educação Física. In: NASCIMENTO, Juarez Vieira do; FARIAS, Gelcemar Oliveira (Orgs.). Construção da identidade profissional em educação física: da formação à intervenção. Florianópolis, SC: UDESC, 2012.

FARIAS, Gelcemar Oliveira. Carreira docente em educação física: uma abordagem na construção da trajetória profissional do professor. 2010. 303f. Tese (Doutorado em Educação Física). Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 2010.

FARIAS, Gelcemar Oliveira e colaboradores. Competências profissionais em educação física: uma abordagem ao longo da carreira docente, Motriz, v. 18, n. 4, p. 656-666, out./dez., 2012.

FOLLE, Alexandra; NASCIMENTO, Juarez Vieira do. Aderência à profissão educação física: estudos de casos do magistério público estadual de Santa Catarina. Journal of physical education, v. 20, n.3, p. 353-365, 3. trim., 2009.

FOLLE, Alexandra e colaboradores. Construção da carreira docente em educação física: escolhas, trajetórias e perspectivas. Movimento, v. 15, n. 1, p. 25-49, jan./ mar., 2009.

FONTOURA, Daniele dos Santos; DOLL, Johannes; OLIVEIRA, Saulo Neves de. O desafio de aposentar-se no mundo contemporâneo. Educação & realidade, v. 40, n. 1, p. 53-79, mar., 2015.

GOMES, Patrícia; QUEIRÓS, Paula; BATISTA, Paula. A socialização antecipatória para a profissão docente: estudo com estudantes de educação física. Sociologia, Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, v. 28, p. 167-192, 2014.

GONÇALVES, José Alberto. Desenvolvimento profissional e carreira docente: Fases da carreira, currículo e supervisão. Revista ciências educação, v. 8, p. 23-36, jan./ abr., 2009.

HOPF, Ana Claudia Oliveira; CANFIELD, Marta Salles de. Profissão docente: estudo da trajetória de professores universitários de Educação Física. Kinesis, v. 24, p. 49-72, jul./ dez., 2001.

HUBERMAN, Michael. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, Antonio (Org.). Vida de professores. Porto, Portugal: Porto, 2000.

JARVIS, Peter. Towards a comprehensive theory of human leraning: lifelong learning and the society. London New York: Routledge, 2006.

MARTINS JÚNIOR, Joaquim. O professor de educação física e a educação física escolar: como motivar o aluno? Journal of physical education, v. 11, n. 1, p. 107-117, 2000.

LÜDKE, Menga. Sobre a socialização profissional de professores. Cadernos de pesquisa, n. 99, p. 5-15, nov. 1996.

MACHADO, Thiago Silva e colaboradores. As práticas de desinvestimento pedagógico na educação física escolar. Movimento, v. 2, n. 16, p. 129-47, abr./jun., 2010.

NASCIMENTO, Juarez Vieira do. Escala de auto-percepção de competência profissional em Educação Física e desportos. Revista paulista de educação física, v. 13, n. 1, p. 5-21, 1999.

NASCIMENTO, Juarez Vieira do. Formação profissional em educação física: contexto de desenvolvimento curricular. Montes Claros, MG: Unimontes, 2002.

NASCIMENTO, Juarez Vieira; GRAÇA, Antonio. A evolução dapercepção de competência profissional deprofessores de Educação Física ao longo de suacarreira docente. In: Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países da Língua Portuguesa, 6, 1998. Actas... La Coruña, Espanha: INEF, 1998.

NÓVOA, Antonio. Formação de professores e profissão docente. Lisboa, Portugal: Dom Quixote; 1992.

OLIVEIRA, Valeska Fortes de. Imagens de professor: significações do trabalho docente. Ijuí, RS: Unijuí, 2000.

PRADO, José Marcelo. Representação socioeconômica e expectativas sobre o mercado de trabalho dos acadêmicos do curso de educação física da UNOPAR – Arapongas 2006. Revista da educação física, v. 18, supl. p. 213- 216, 2007.

SHIGUNOV, Viktor; FARIAS, Gelcemar Oliveira; NASCIMENTO, Juarez Vieira do. O percurso profissional dos professores de Educação Física nas escolas. In: SHIGUNOV, Viktor; SHIGUNOV NETO, Alexandre (Orgs.). Educação física: conhecimento teórico x prática pedagógica. Porto Alegre, RS: Mediação, 2002.

SILVA, Mauro Sérgio; BRACHT, Valter. Na pista de práticas e professores inovadores na educação física escolar. Kinesis, v. 30, n. 1, jan./ jun., 2012.

STEFFY, Betty E. e colaboradores. The model and its applicantion. In: STEFFY, Betty E. e colaboradores (Orgs.). Life cycle of the career teacher. California, USA: Kappa Delta Pi, 2000.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

Endereço: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/view/6657

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.