Programa de Atividade Física em Unidades Básicas de Saúde: Relato de Experiência no Município de Rio Claro-sp

Por: .

Revista Brasileira Atividade Física & Saúde - v.12 - n.1 - 2007

Send to Kindle


Resumo

Há evidências de que o estilo de vida sedentário afeta 40 80% da população brasileira. Gênero, idade, condição de saúde, nível sócio-econômico e escolaridade estão ssociados aos maiores índices de inatividade física. Parte desse resultado pode ser creditada a barreiras ndividuais e ambientais que dificultam a prática de tividade física (AF). Devido às características, as Unidades Básicas de aúde (UBS) são locais privilegiados para promoção da saúde mediante AF, uma vez que minimizam parte das arreiras presentes em grupos populacionais sujeitos à inatividade física. O objetivo deste estudo é ompartilhar evidências acumuladas ao longo de 6 anos de existência de um programa de AF desenvolvido em UBS no município de io Claro-SP. Os resultados do programa se ostraram efetivos em melhorar o desempenho de alguns componentes da aptidão funcional, metabolismo de lipídios e glicose, estados de ânimo e qualidade de vida elacionada à saúde dos participantes. Tendo em vista os resultados apresentados e a presença de UBS na grande aioria dos municípios brasileiros, acreditamos que a implantação de um programa desta natureza seja uma niciativa viável tanto do ponto de vista social quanto de romoção da saúde.

Endereço: http://www.sbafs.org.br/_artigos/16.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.