Programa de Extensão Universitária (univercidade Convidativa): Treinamento Funcional

Por: Edilson Davi Sena Miranda e Elton Alves de Andrade.

Corpoconsciência - v.23 - n.3 - 2019

Send to Kindle


Resumo

O Programa de extensão UniverCidade ConvidAtiva propõe há mais de 20 anos atividades multidisciplinares para melhoria da qualidade de vida da população cuiabana. O Treinamento Funcional (TF) é uma delas, desempenhando papel de extrema relevância, criando um ótimo ambiente para a comunidade interna e externa à Instituição, contribuindo para a mudança de hábitos, estilo de vida saudável e orientado Objetivo: Oferecer uma ação desportiva como forma de contribuir na melhoria da qualidade de vida dos praticantes, através de Programas de exercícios físicos orientados e regulares. Metodologia: a modalidade é formada por alunos de ambos os sexos, a partir dos 16 anos, subdivididos em 2 turmas de 25 alunos cada, com aulas ministradas no Ginásio de Esportes da UFMT, três vezes na semana das 18:00 às 19:00 e das 19:00 às 20:00 horas. Os alunos foram submetidos a protocolos de exercícios físicos com intensidade leve 50 a 60% da Frequência Cardíaca de Reserva (FCReserva), com a finalidade de identificar como eles estavam em relação à parte física, motora e cardiovascular, utilizando-se desta estratégia como forma de adaptação aos exercícios propostos a qual foi alterada, depois do processo adaptativo, para 55 à 70% da FCReserva. As atividades tiveram duração total de quarenta minutos, sendo estendida a partir do momento que o praticante fosse adaptando-se. Desta forma, e através da observação e relatos, a intensidade foi aumentada para moderada e às vezes intensa, intercalando os exercícios de pequena (agachamento), média (bozu) e alta complexidade (burpee), através da montagem de circuitos, subdividido em estafetas ou estações que atendesse o maior número de grupos musculares possível, além de trabalhar a força, flexibilidade e resistência cardiorrespiratória. Aqueles que apresentaram dificuldades na realização do movimento, recebiam uma orientação maior, e em alguns casos, fazíamos a mudança do exercício. Resultados: podemos inferir que boa parte dos depoimentos feitos in loco pelos praticantes em relação às melhorias nas valências físicas e funcionais, refere-se, segundo eles, a qualidade das aulas, acompanhamento profissionalizado e orientado, espaço físico e equipamentos adequados, contribuindo de forma positiva na melhoria da qualidade de vida dos praticantes. Considerações Finais: Concluímos que a modalidade de Treinamento Funcional, pelos relatos feitos, contribui de forma positiva na melhoria da qualidade de vida, força, flexibilidade, sono, funcionalidade e socialização. 

Endereço: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/issue/view/561/showToc

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.