Programa de Sustentabilidade do Comitê Olímpico do Brasil

Por: Pedro Lemos Gonzaga.

14 páginas. 2015 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

As práticas de gestão ambiental são, ainda, muito tímidas nas organizações esportivas olímpicas. Apenas recentemente foi lançada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) uma agenda de atividades, a Agenda 2020, na qual o assunto é abordado com mais profundidade – apesar de o cuidado com o meio ambiente estar previsto há muito na Carta Olímpica, estatuto que rege o COI. O presente trabalho tem o desafio de levantar, por meio de pesquisas, quais as melhores práticas de sustentabilidade ambiental empregadas, ou implantadas, por organizações esportivas de grande importância e como elas podem servir de referência para o Comitê Olímpico do Brasil (COB). O estudo também procurou analisar ferramentas teóricas de gestão ambiental que possam servir como modelo de adaptação para a administração esportiva. Os resultados mostram que, embora ainda pequenas, ações ligadas ao esporte vêm crescendo e podem embasar uma iniciativa do COB de ter seu próprio programa de sustentabilidade ambiental. E que, ao fazer isso, a entidade pode dar um grande passo em relação à inovação, à gestão responsável e à valorização de sua marca.

Endereço: http://cev.org.br/biblioteca/curso-avancado-de-gestao-esportiva-trabalhos-de-conclusao-de-curso-2014-e-2015/

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.