Programa de Treinamento com Corrente Russa e Baixa Frequência Induzem Adaptações Neuromusculares Similares no Músculo Quadríceps de Jogadores de Futebol

Por: Karenina Arrais Guida Modesto.

33 páginas. 2017 18/12/2017

Send to Kindle


Resumo

Desenho do estudo: Estudo randomizado, controlado e cego. Introdução. A estimulação elétrica neuromuscular (EENM) é amplamente utilizada para induzir aumento da força muscular, no entanto, nenhum estudo comparou os efeitos da corrente russa (CR) com uma corrente pulsada (CP) após um programa de treinamento. Objetivos. Avaliar os efeitos das correntes russa e pulsada no sistema neuromuscular após um período de treinamento de seis semanas. Métodos. Vinte e sete jogadores de futebol do sexo masculino foram randomizados em três grupos: 1) grupo controle, 2) CR (2500 Hz, burst 100 Hz, duração da fase 200 μs) e 3) CP (100 Hz e 200 μs). Os grupos experimentais foram treinados durante seis semanas, com três sessões por semana. Torque voluntário máximo e torque evocado, arquitetura muscular, desconforto sensorial e atividade eletromiográfica foram avaliados antes e após o período de seis semanas. Resultados. O torque evocado aumentou nos grupos CR (169,5 ± 78,2%, p<0,01) e CP (248,7 ± 81,1%, p<0,01) sem diferença entre eles. A espessura muscular e o ângulo de penação aumentaram em CR (8,7 ± 3,8% e 16,7 ± 9,0%, p<0,01) e CP (16,1 ± 8,0% e 27,4 ± 11,0%, p<0,01). CP demonstrou valores mais baixos para EVA (38,8 ± 17,1%, p<0,01). Não há diferença significativa para CIVM e RMS (p>0,05). Conclusão. Embora o uso generalizado de CR na prática clínica, os programas de treinamento de CR e CP produziram adaptações neuromusculares semelhantes em jogadores de futebol. No entanto, a CP gerou menor desconforto percebido

Endereço: http://repositorio.unb.br/handle/10482/31490

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.