Programa Segundo Tempo: Conceitos, Gestão e Efeitos

Por: .

177 páginas. 2009 31/07/2009

Send to Kindle


Resumo

Essa pesquisa tem como escopo identificar as relações e possíveis contradições entre a gestão, o modelo conceitual e os efeitos inerentes à formulação, implementação e desenvolvimento do PST. Este trabalho dedica-se ao estudo do desenvolvimento do Programa Segundo Tempo (PST), de competência do Ministério do Esporte (ME), durante o período do primeiro mandato do Governo Lula (2003-2006). Para consecução desse objetivo, realizamos uma investigação estruturada por meio de um levantamento bibliográfico de literatura relacionada à temática explorada, pesquisa documental, bem como, pesquisa de campo, que envolveu a realização de entrevistas semiestruturadas com gestores do ME e coordenadores de projeto ligados a núcleos do DF. A realização deste trabalho busca contribuir para a formulação de políticas de esporte, em especial, fornecendo elementos de avaliação do PST, buscando apontar os avanços, os limites e as possibilidades de ação política colocadas para realização de uma gestão pautada no interesse público, na consolidação do esporte enquanto direito social, na participação e controle social, na transparência administrativa e na superação de uma lógica fundada na centralização administrativa. 

Endereço: http://repositorio.unb.br/handle/10482/4229

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.