Programas de Preparação Para a Aposentadoria: Uma Responsabilidade Social das Empresas

Por: Regina Célia Sodré Ribeiro e Rui Martins de Godoy.

A Terceira Idade - n.34 - 2005

Send to Kindle


Resumo

Este artigo apresenta teorias sobre o envelhecimento humano, relacionadas à aposentadoria em seus aspectos sociais, psicológicos, financeiros e de saúde, que podem embasar propostas de Programas de Preparação para Aposentadoria - PPAs. Propõe uma reflexão sobre aperfeiçoamento e inovações destes programas. Explora fatores prioritários responsáveis pela decisão de implantação de PPAs para empregados próximos da aposentadoria, com vínculo formal de trabalho, em organizações do primeiro e do segundo setor da sociedade. Na iniciativa privada constata-se que é de fundamental importância a organização atender aos diferentes stakeholders, entre os quais, um dos mais importantes é o empregado. As organizações, expostas às regras dos mercados financeiro e consumidor, são sistematicamente cobradas a apresentar resultados positivos de desempenho de gestão. O PPA constitui uma rica oportunidade de reflexão, experiência e desenvolvimento de práticas voltadas às necessidades dos funcionários, com contrapartidas para a organização, como a identificação e fortalecimento de sua marca e imagem diante dos seus empregados, consumidores e comunidade em geral, no viés da responsabilidade social. Há poucas décadas, a aposentadoria representava o preparo para a morte, hoje ela pode ser entendida como o inicio de uma nova vida. O aposentado tem a oportunidade de escolher uma nova carreira, de dedicar-se a um trabalho voluntário e até mesmo de programar seu tempo livre.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.