Projeto Sol Morumbi - Paulinia: as Lembranças da Infancia e Adolescencia Pelos Caminhos da Educação Fisica

Por: Regina Helena de Campos Marciano.

2006 30/06/2006

Send to Kindle


Resumo

O Projeto Sol foi idealizado na cidade de Paulínia - São Paulo em 1986 por uma equipe transdisciplinar e colocado em prática no final de 1987. Projetado com uma arquitetura moderna em formato de 'sol', foram construídos quatro núcleos em bairros da periferia da cidade: João Aranha, Monte Alegre, Morro Alto e Morumbi. Este último citado, o Morumbi é o que contempla este estudo. Objetivava-se um trabalho preventivo aos riscos da rua, por intermédio de uma proposta sócio-educativa preencher um período ocioso do dia das crianças e adolescentes que primeiramente o atendimento era dos sete aos treze anos, ou seja, no período contrário ao da escola formal. A necessidade era devido às questões orçamentárias da família, onde a grande maioria necessitava trabalhar fora do lar. A proposta era vivenciar e despertar curiosidades nas áreas da Educação Artística, Educação Física e Educação Geral (Pedagogia). Um trabalho que se diferenciasse da escola formal, pois, esta já ocupava um papel claro e definido na nossa sociedade. Esta proposta inovadora na cidade foi construída na e pela prática, por ser na época questões pouco discutidas no contexto educacional. Este trabalho perdurou por treze anos, sendo fechado em Janeiro do ano 200 I. Os objetivos desta pesquisa foram saber que lembranças guardam os ex-freqüentadores do Projeto Sol Morumbi, da sua infância e adolescência, neste espaço que não era escola e se os objetivos do projeto original, escrito pela equipe transdisciplinar foram realmente atendidos ou se restringiram aos papéis. Trata-se de uma pesquisa de campo, estruturada em forma de questionário, com questões abertas, sem i-abertas e fechadas. A forma do envio foi de cunho pessoal. Foram distribuídos setenta e quatro questionários e devolvidos respondidos quarenta e oito. Concluí-se que o Projeto Sol atendeu a sua finalidade específica, passando pelas vertentes da educação formal, informal e não-formal, até sedimentar-se em características próprias do que se pretendia explorado pelas áreas citadas. Com o resultado deste trabalho, objetiva-se ampliar as discussões na esfera educacional, e na prática da Educação Física escolar e não-escolar, perpassando a questão do lazer. Discussões de papéis fundamentais na relação professor-aluno, numa via de mão dupla: ora quem ensina, ora quem aprende. Principalmente de quem vive o momento presente, seja qual for o espaço educacional.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000389775&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.