Proposta de Avaliação da Simetria e Transferencia de Peso e a Relação Dessa Condição com a Atividade Funcional do Hemiplegico

Por: Eliane Ferrari Chagas.

1999 20/12/1999

Send to Kindle


Resumo

A hemiplegia é uma condição motora conseqüente à uma lesão neurológica que resulta não somente em uma perda parcial ou total de movimento, mas sim, em um complexo quadro de comprometimentos de funções motoras, sensoriais, perceptuais, emocionais que afetam a vida da pessoa e de sua família. Esses comprometimentos levam à incapacidade ou dificuldade em executar tarefas da vida diária e podem interromper outras atividades que eram realizadas pela pessoa anteriormente à lesão, como o trabalho e o lazer. Um dos comprometimentos motores evidentes na hemiplegia é a tendência em manter-se em uma posição de assimetria postural, com distribuição de peso menor sobre o lado hemiplégico, transferindo o peso corporal para o lado não afetado. Essa assimetria e dificuldade em transferir o peso para o lado afetado interferem na capacidade de manter o controle postural, impedindo a orientação e estabilidade para realizar movimentos com o tronco e membros. Tendo em vista que a execução das atividades de vida diária e sociais envolvem esse controle, é que este trabalho teve como objetivo propor uma avaliação para verificar essa condição e analisar sua relação com a capacidade do hemiplégico em desempenhar suas atividade funcionais no que diz respeito às atividades de vida diária e sociais. A proposta de avaliação resultou em um protocolo sistematizado composto por itens relevantes para observar essa condição nas posições sentada e em pé. A avaliação da simetria e transferência de peso foi realizada em 50 hemiplégicos a partir da observação direta. As atividades de vida diária e sociais também foram verificadas, por observação indireta, pelas escalas de avaliação denominadas Índice de Barthel modificado(IBm) e Frenchay activities index (F AI), respectivamente. Esse último foi verificado tanto para o estado funcional anterior à lesão (FAI-A) como para a situação posterior à hemiplegia (F AI -P). As pontuações correspondentes a.cada item descrito pelas avaliações foram assinaladas e posteriormente somadas para a verificação da pontuação total de cada escala. Os dados coletados pelas avaliações foram codificados em valores numéricos e estes foram analisados estatisticamente. Os resultados demonstraram uma correlação positiva entre a avaliação da simetria e transferência de peso e IBm assim como em relação ao F AI - P, demonstrando que essa condição é um dos aspectos a ser considerado quando se tem como objetivo alcançar a autonomia e independência nas atividades funcionais. Nesse sentido, pudemos verificar que, em geral os indivíduos que obtiveram pontuação mais alta na avaliação da simetria e transferência de peso, também apresentaram pontuação mais alta nas avaliações pelo IBm e no FAI-P. O estudo demonstrou ainda que a proposta de avaliação da simetria e transferência de peso e as avaliações funcionais demonstraram ser efetivas e práticas para averiguar essas condições sendo instrumentos interessantes para realizar estudos transversais e também como auxilio aos profissionais das diversas áreas no sentido de utilizá-Ias como meio de obter informações necessárias para orientar, planejar e monitorar programas de atendimento à pessoa portadora de hemiplegia.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000197470&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.