Proposta de Criação de Um Método de Educação Física com Alma Nacional (brasil, Décadas de 1930 e 1940)

Por: Anna Luiza Ferreira Romão.

XV Congresso de História do Esporte, Lazer e Educação Física - CHELEF

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste trabalho é compreender o processo de criação de um Método Nacional de Educação Física, entre 1930 e 1940, no Brasil. Tenho como hipótese que sujeitos e instituições se tornaram peças fundamentais nesse novo rumo almejado para a Educação Física Brasileira. Para citar alguns exemplos institucionais, destaco a participação da Associação Brasileira de Educação (ABE) e da Divisão de Educação Física (DEF), as quais desenvolveram diversas ações com o objetivo de contribuir com o debate acerca da reconfiguração da Educação Física. Assim, algumas questões são relevantes: De que forma discursos e práticas se constituíram como parâmetros para construção de um modelo nacional de Educação Física no Brasil? Quais eram os principais referenciais da área? Que relações guardavam com referenciais estrangeiros? Quais foram as prescrições que orientaram as práticas dos sujeitos? Que tipo de resistência encontrou? Qual pensamento alimentava a busca por uma Educação Física nacional para a construção de um tipo de homem idealizado? Após a instauração do Estado Novo, que tipo de representação de Educação Física o discurso do poder instituído produziu? Como tais representações eram divulgadas e através de quais suportes, sujeitos, instituições? Qual teria sido a relevância da Educação Física para o programa de governo instalado? Como objetivos específicos, pretendo: compreender as estratégias adotadas pelo Estado nesse processo de criação de um Método Nacional de Educação Física; analisar, a partir das ações da ABE e da DEF, a produção, circulação e apropriação de referenciais políticos e pedagógicos que sustentaram a realização de um Inquérito, cujo objetivo foi a elaboração do Método Nacional; acompanhar a sua dinâmica de produção e os seus desdobramentos para a organização da área; examinar a documentação das conferências e congressos que se dedicaram a debater este processo de constituição de uma “nova” Educação Física Brasileira, atentando para os sujeitos e ideias postas em circulação; analisar de que modo os impressos da área fizeram circular tais ideias. Neste estudo, portanto, adoto procedimentos teórico-metodológicos da pesquisa histórica baseando-se nos pressupostos da História Social e da História Política, tendo como referenciais teóricos o conceito da teoria do campo político (BOURDIEU, 1989) e as noções de estratégia (CERTEAU, 1996), circulação (GRUZINSKI, 2001) e zona de contato (PRATT, 1999). Como fontes, analiso os documentos produzidos pela ABE e pela DEF, nas décadas de 1930-1940 e que tratam da Educação Física, além das revistas da área, publicadas nesse mesmo período, a saber: a Revista de Educação Física do Exército, a Revista Educação Physica e a Revista Brasileira de Educação Física.

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.