Proposta Metodológica de Dança Para Crianças com Deficiência Intelectual

Por: Carolina Lessa Cataldi, , Flávia Ceccon Moreira Gil, e Otávio Rodrigues de Paula.

Conexões - v.10 - n.3 - 2012

Send to Kindle


Resumo

O artigo pautou na busca de uma visão multidisciplinar em benefício de crianças com deficiência intelectual, através de uma proposta metodológica utilizando a dança através do movimento e da interação com o corpo. As atividades foram realizadas com alunos com deficiência intelectual na escola estadual Maria das Dores de Souza, (Juiz de Fora-MG) e o objetivo era desenvolver um método de dança para esta população com base no estudo das práticas corporais inclusivas. A metodologia baseou-se na observação das atividades motoras através da dança, com o propósito de criar uma proposta para melhoria do atendimento de alunos com deficiência intelectual. A criança que apresenta a deficiência intelectual não desenvolve no mesmo ritmo em relação às crianças que não apresentam a deficiência. O desenvolvimento é tardio em relação às crianças com a mesma idade cronológica. Esse desenvolvimento tardio não é apenas na área da educação, é também na aprendizagem de habilidades, nas ações básicas do cotidiano e nos limites sociais. Concluímos que a dança terapêutica promoveu um feedback motivacional para a prática desportiva e proporcionou um aperfeiçoamento no desempenho motor, melhoras no seu relacionamento com a dança em cadeira de rodas, na imagem corporal e uma melhor qualidade de vida.

Endereço: http://fefnet178.fef.unicamp.br/ojs/index.php/fef/article/view/902

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.