Protocolo de Rampa Vs Escalonado: Análise do Consumo de Oxigênio e Frequência Cardíaca em Jovens

Por: Fernando Policarpo Barbosa e Maria Socorro Cruz.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.24 - n.2 - 2016

Send to Kindle


Resumo

A determinação do protocolo no teste cardiopulmonar de exercício é fator determinante na obtenção dos parâmetros fidedignos, tornando-se essencial para a planificação das intensidades do treinamento aeróbico. O presente estudo teve por objetivo analisar a curva do consumo de oxigênio e da frequência cardíaca entre dois protocolos de teste cardiopulmonar de exercício, tendo como amostra os prontuários de 20 indivíduos de ambos os sexos. Aprovado pelo comitê ética número 045/2006. As mulheres com idade médica: 20,30±3,20 anos; massa corporal: 55,00±4,29Kg; estatura: 162,71±6,03cm; percentual de gordura: 22,57±3,97. Os homens tiveram os respetivos valores médios: 22,50±2,17 anos; 71,69±9,08Kg; 175,95±5,27cm; e 8,76±4,62. Os testes foram realizado em esteira rolante nos protocolos de rampa e escalonado. O VO2 de pico médio para as mulheres foi de 50,70±6,02 mL/kg-1•min-1 no protocolo de rampa e de 50,58±3,74 mL/kg-1•min-1 no protocolo escalonado, já os homens obtiveram média de 63,04±9,11 e 61,73±8,5mL/kg-1•min-1 para os respectivos protocolos. A análise da curva se deu pela média dos valores para cada minuto do consumo de oxigênio e da frequência cardíaca. Para a comparação das médias foi aplicado o teste t pareado e o nível de associação determinado pelo alfa de Cronbach e pela regressão linear; o nível de significância adotado foi de p<0,05. Os resultados apontaram diferenças significativa p<0,05 para os três primeiros minutos tanto para consumo de oxigênio como para frequência cardíaca e, no ultimo estágio, para o consumo de oxigênio. Os resultados obtidos permite concluir que o protocolo escalonado apresenta uma boa aplicabilidade como método indicado para a determinação da aptidão cardiorrespiratória de indivíduos jovens saudáveis de ambos os sexos.

Endereço: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/6022

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.