Protocolos de Treinamento Resistido de Alta Velocidade de Contração Muscular em Idosas: Efeitos na Percepção de Esforço

Por: .

Revista da Educação Física - UEM - v.20 - n.1 - 2009

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo comparou a percepção subjetiva de esforço (PSE), através da escala de PSE OMNI-RES, em diferentes protocolos de exercício resistido de alta velocidade de contração muscular. Doze mulheres idosas (63 ± 3,0 anos) realizaram três protocolos de exercício resistido, para membros superior e inferior. Cada protocolo foi feito com 3x10 repetições, com a carga de 10 repetições máximas (3 séries de 10 repetições contínuas; 3 séries de 10 repetições descontínuas (5 segundos de pausa); 3 séries de 10 repetições descontínuas (15 segundos de pausa). Não foi observada diferença significativa (p > 0,05) entre os três protocolos. A reprodutibilidade da OMNI-RES entre os testes foi forte e positiva em ambos os exercícios. Comparado a 1ª série a PSE aumentou continuamente (p < 0,05), após a 2ª e 3ª séries, em todos os protocolos. Conclui-se que: 1) A PSE foi a mesma independente do protocolo; 2) A escala OMNI-RES de PSE é reprodutível; e 3) A PSE foi maior com o aumento do número de séries.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/3506/4000

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.