Qualidade de Sono, Atividade Física Durante o Tempo de Lazer e Esforço Físico no Trabalho Entre Trabalhadores Noturnos de Uma Indústria Cerâmica

Por: Claudia Roberta de Castro Moreno, Elaine Cristina Marqueze e Marcelo Just da Silva.

RBSO Revista Brasileira de Saúde Ocupacional - v.34 - n.219 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve o objetivo de verificar a relação entre qualidade do sono e atividade física durante o tempo de lazer entre trabalhadores noturnos com um elevado esforço físico no trabalho (média de 14.245; DP 3.456 kcal/semana). Também foi avaliada a relação entre a qualidade do sono e o nível do esforço físico no trabalho. Um total de 19 trabalhadores noturnos de uma indústria cerâmica respondeu o índice da qualidade do sono de Pittsburgh (PSQI) e o questionário internacional da atividade física (IPAQ). Foi calculado o dispêndio calórico total por semana para cada trabalhador através do equivalente metabólico (METs). Os trabalhadores foram distribuídos em dois grupos, de acordo com os escores do PSQI. Foi realizada a análise descritiva dos dados por meio de médias, valores mínimo e máximo, proporções e desvios-padrão. A relação entre qualidade do sono e atividade física foi avaliada pelo teste Mann-Whitney. O grupo de qualidade do sono ruim mostrou nível mais elevado de gasto energético no trabalho que o outro grupo, o que sugere uma relação entre gasto energético no trabalho e qualidade de sono. Distúrbios do sono e sonolência diurna também contribuíram para a qualidade de sono ruim. Esses resultados, embora preliminares, revelam uma tendência de que o elevado esforço físico no trabalho noturno contribui para baixa qualidade de sono.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0303-76572009000100011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.