Qualidade de Vida Relacionada à Saúde em Servidores Públicos

Por: Andreia Hirt Santos, Claudia Ross, Karen Josiane Soares Pereira e Ligiane de Lourdes da Silva.

Revista Brasileira de Qualidade de Vida - v.7 - n.1 - 2015

Send to Kindle


Resumo

OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) em servidores públicos estaduais de uma instituição de ensino superior do oeste do Paraná-Brasil.

MÉTODOS: Trata-se de um estudo descritivo, correlacional e transversal realizado por meio do instrumento Medical Outcomes Study (SF-36) para a avaliação da QVRS. As variáveis foram analisadas pelo programa Statistical Package for the Social Sciencies (SPSS) versão 15.0 e aplicado o teste t de Student e teste de Tukey. Para a rejeição da hipótese de nulidade foi considerado o nível de significância p < 0,05.

RESULTADOS: Participaram da pesquisa 110 indivíduos, sendo a maioria do sexo feminino (70,0%), faixa etária de 41 a 60 anos (51,8%) e 59,1% casados. Quanto à escolaridade, 56,4% da amostra possui mais que oito anos de estudo formal. As médias encontradas dos domínios foram: Capacidade funcional (83,45), Limitações por aspectos físicos (84,32), Limitações por aspectos emocionais (86,06), e Aspectos sociais (78,98) apresentaram os escores mais elevados. Enquanto Dor (64,33), Estado geral de saúde (71,81), Saúde mental (70,33) e Vitalidade (65,86) demonstraram-se mais comprometidos na população estudada.

CONCLUSÕES: O SF-36 demonstrou-se um instrumento muito útil no rastreamento de necessidades da QVRS, evidenciando maior acometimento da saúde para os domínios Dor e Vitalidade.

Endereço: https://periodicos.utfpr.edu.br/rbqv/article/view/2409

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.