Qualidade de Vida, Atividade FÍsica e Envelhecimento

Por: Frances Geralda Rosa, Marli Geraldo e Melina Gomes Bueno de ávila.

A Terceira Idade - n.32 - 2005

Send to Kindle


Resumo

"Para investigar a relação entre qualidade de vida, prática de atividade física e envelhecimento, 113 participantes com idade igual ou superior a 60 anos foram alvo de uma entrevista estruturada. Foi utilizado um formulário para caracterizar a amostra e outras variáveis relevantes, e o instrumento de avaliação de qualidade de vida da Organização Mundial da Saúde WHOQOL-Bref. A amostra foi dividida em quatro grupos equivalentes: 30 indivíduos que praticavam atividade física não estruturada; 22 indivíduos que praticavam atividade física estruturada; 28 indivíduos que praticavam ambas as formas de atividade física; e 33 indivíduos sedentários. Constatou-se que tanto quem pratica quanto quem não pratica atividade física possui um alto nível de qualidade de vida, não havendo correlação entre as duas variáveis, mas nota-se que a amostra pertence a um grupo com condições socioeconômicas privilegiadas. O estudo também revelou que os indivíduos que fazem atividade física tendem a avaliar melhor sua saúde do que os que não fazem. Os sedentários indicam maiores problemas de saúde em relação aos praticantes de atividade física. Concluiu-se que a atividade física promove a saúde e não é o único fator a ser considerado; a qualidade de vida é multideterminada".

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.