Qualidade de Vida dos Trabalhadores Atuantes no Escritório de Um Clube Esportivo

Por: José de Fátima Juvêncio, e .

VII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Vários fatores estão associados a qualidade de vida de um indivíduo e podem alterá-la. Para este estudo, destacou-se no trabalho - o índice de capacidade e no estilo de vida - o nível de aptidão física e de atividade física. O objetivo deste estudo foi analisar a relação entre o nível de aptidão física e o nível de atividade física com a capacidade de trabalho dos funcionários do escritório de um clube esportivo de Florianópolis - SC. Participaram do estudo todos os funcionários (10), sendo cinco do sexo feminino (x = 30,4 ± 6,3 anos) e cinco do sexo masculino (x = 29 ± 7,4anos), trabalhando em suas respectivas funções em média 53,7 ± 65,3 meses. Como instrumentação utilizou-se questionários, um para verificar a percepção sobre a capacidade de trabalho e outro para o nível de atividade física praticada e uma ficha para dados antropométricos, composição corporal e testes de aptidão física. Os dados demonstram que dois sujeitos disseram ser ativos; cinco moderadamente ativos e três inativos; quatro estão em bom nível de aptidão física e os demais (6) aquém dos padrões. Mediante o teste Qui-Quadrado (p<0,05), não encontrou-se associação significativa entre capacidade de trabalho e aptidão física (x2c=0,48) e entre capacidadede trabalho e nível de atividade física (x2c=1,84). Concluiu-se que a grande parte não está com um estilo de vida ativo e que o não controle de algumas características abordadas neste estudo, poderá a médio ou a longo prazo, interferir negativamente na qualidade de vida destes suje

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.