Qualidade de Vida de Mulheres Que Realizaram Cirurgias de Mama

Por: .

Conexões - v.12 - n.1 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Foram estudadas 20 mulheres faixa etária com média de idade 57,7 anos, sendo 09 com cirurgia do tipo quadrantectomia unilateral, 01 com cirurgia tipo quandrantectomia bilateral e 10 com cirurgia mastectomia radical unilateral. A média do tempo de cirurgia foi de 9,8 (nove anos e oito meses). O estudo sobre a Qualidade de Vida foi realizado com mulheres que se submeteram a esta cirurgia num período acima de seis meses de cirurgia. Resultados: As dificuldades estão mais relacionadas com tarefas do dia a dia, como por exemplo, erguer o braço, movimentá-lo em diversas direções, diminuição da força muscular, dor, inchaço e outras dificuldades ficando na dependência de uma segunda pessoa. Além das dificuldades foram relatadas outras referentes ao emocional: medo, tristeza, choro, medo da cirurgia e da quimioterapia, câncer assusta, ficar sem cabelo, aspecto físico, os remédios engordam, fiquei fria na relação sexual, separação no casamento, depressão e outros. Conclusão: Todas elas responderam viver melhor hoje e enxergam a vida diferente, ou seja, pensam mais em si mesmas e valorizam mais a vida.

Endereço: http://conexoes.fef.unicamp.br/ojs/index.php/fef/article/view/1011

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.