Qualidade de Vida de Pessoas Vivendo com Hiv/aids no Semi-árido Nordestino

Por: Jason Azevedo de Medeiros, Maria Irany Knackfuss, Paulo Moreira Silva Dantas, Rafaela Catherine da Silva Cunha e Ricardo Dias de Andrade.

XVIII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e V Conice - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

o estudo analisou a qualidade de vida de pessoas vivendo com HIV/AIDS no Semi – Árido Nordestino. Metodologia: pesquisa descritiva com corte transversal. Amostra composta por 171 pessoas de ambos os sexos vivendo com HIV e AIDS. O instrumento para identificar os níveis de qualidade de vida (QV) foi o questionário HAT-QoL. Resultados: Observaram-se diferenças em todos os domínios do questionário, exceto na “Confiança no Profissional” e “Função Sexual” Conclusão: a confiança no profissional se remete ao fato de serem tratados com naturalidade, sem exclusão, pois quanto à família, não há uma boa aceitação da doença. Já o domínio “Função sexual” tem sido provável que as mulheres decidem não serem sexualmente ativas e os homens por apresentarem culturalmente o machismo.

Endereço: http://cbce.tempsite.ws/congressos/index.php/conbrace2013/5conice/paper/view/5688

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.