Qualidade de Vida de Portadores de Deficiência em Função do Tipo de Atividade Física Praticada

Por: .

128 páginas. 1998 03/02/1998

Send to Kindle


Resumo

Durante a evolução do homem, atividade física sempre foi um fator presente em suas ações sociológicas. Emergentemente, nas sociedades capitalistas, têm associado à essas atividades, um somatório de parâmetros socioculturais tais como: bem estar, estado de saúde, longevidade, relações familiares, que influenciam diretamente na qualidade de vida dos indivíduos. Dessa forma, o presente estudo teve como objetivo verificar de que forma o tipo de atividade praticada pelas pessoas portadoras de deficiência (P.P.D), influenciaria na qualidade de vida da pessoa portadora de deficiência atleta, pessoa portadora de deficiência praticante de atividades físicas regulares e pessoas portadoras de deficiência sedentárias. A amostra, composta por n=90 (P.P.D), masculino 72,2% e feminino 27,8%, distribuídos por 14 estados brasileiros e divididos em três grupos, constituídos da seguinte forma, no 1o grupo n=38 (42,2%) P.P.D., atletas, o 2o grupo com n=25 (27,8%) P.P.D., praticantes de atividade física regular e no 3o grupo com n=27 (30,05%) P.P.D., sedentárias. Os grupos foram avaliados através de três questionários, o SF-36 de Auto Percepção em Saúde, o IDATE I e IDATE II, utilizados para medir o grau de stress e ansiedade. A pesquisa foi caracterizada como Ex-Post-Facto, utilizando-se a análise de variância (anova-one-way) com níveis de significância p

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=1275&listaDetalhes%5B%5D=1275&processar=Processar

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.