Que Profissional de Educação Física Queremos Para Atuar no SUS? Análise da Formação Profissional do Curso de Educação Física e Saúde da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo

Por: Luzia Mêire Ferreira Rall.

135 páginas. 2018 16/03/2016

Send to Kindle


Resumo

Na presente dissertação discute-se o profissional de Educação Física formado na Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo. Por meio de uma pesquisa exploratória, com interpretação qualitativa, traçou-se um paralelo entre a estrutura curricular do curso e o Projeto Político-Pedagógico, para estabelecer equivalência com as disciplinas, os projetos, os grupos de pesquisa, as ações de extensão e a vivência cotidiana no curso Bacharelado em Educação Física e Saúde. Como parâmetro utilizou-se a Portaria GM Nº 154 de 24 de janeiro de 2008, que criou o NASF, para a escolha das palavras-chave na construção das categorias que balizaram o curso, na tentativa de compreender se o profissional formado atende as demandas conceituais e práticas da relação SUS/Saúde/Educação Física. Diante da inserção de profissionais de Educação Física nas equipes dos sistemas de saúde, ocorreu a expectativa de repensar a formação deste profissional e, fez-se, portanto, a pergunta: 'Que profissional de Educação Física queremos para atuar no SUS?'. Dentre as 70 disciplinas do curso de Bacharelado em Educação Física e Saúde, obrigatórias e optativas eletivas, apenas 6 não contemplaram os critérios estabelecidos em seus objetivos ou resumos com os termos do NASF. Tendo em vista esta colocação, pode-se inferir que há alinhamento junto ao Projeto Político-Pedagógico para a formação e atuação do profissional de Educação Física e Saúde para a área da saúde pública. Com a análise questiona-se o programa oficial, o que não proporciona diretamente o aprofundamento sobre o aluno, pois, este pode não escolher as disciplinas optativas ou mesmo não optar pelo estágio no SUS, assim como nas disciplinas de formação ativa, escolher temas que não têm nenhuma relação com saúde. No entanto, com base nos resultados obtidos nesse estudo, acredita-se que o curso avança no sentido de proporcionar potencialidades na área da saúde voltada aos objetivos do SUS, mas este avanço só se fortalecerá caso haja investimento público em contratar profissionais de Educação Física

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100139/tde-14052018-121829/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.